Domitianus

Arquitectura

Ateliê

Publicações

English

África- Visões do Gabinete de Urbanização Colonial

Exposição no Centro Cultural de Belém

O Centro Cultural de Belém disponibiliza a Garagem Sul, como galeria especializada para mostras relacionadas com arquitectura. O espaço da garagem, adaptado a sala expositiva, apresenta-se amplo, sem barreiras – um grande contentor despojado.

A exposição África – Visões do Gabinete de Urbanização Colonial, tirando partido de um projecto expositivo de grande clareza e economia, apresentou-se flutuante na amplitude espacial da sala. Maquetas, desenhos e fotografias, suspensos ao tecto, interagem com os visitantes, convocando-os a uma actualização do imaginário construído na antiga África portuguesa. As peças expostas correspondem ao período final da colonização (1944-1974), compreendendo projectos de edifícios e planos urbanos realizados pela mão de arquitectos e engenheiros, mais ou menos, indiferentes ao pendor ideológico desta arquitectura e destas “visões”.

A cadência dos projectos expostos relativiza as fronteiras dos actuais cinco países africanos que partilham o mesmo passado colonial com Portugal – Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique. Os projectos expostos reforçam a ideia totalizante, pensada a partir de Lisboa, para o vasto território colonial.

O projecto expositivo constrói-se com base numa ambiguidade entre o pendor matricial da expressão da arquitectura de regime e o imaginário estético que agora se reinterpreta recolocando-se à disposição de uma contemporaneidade cada vez mais reconciliada com o passado colonialista.

 

Ficha Técnica

Promotor – Centro Cultural de Belém

Curador – Ana Vaz Milheiro

Arquitectura – Paulo Tormenta Pinto

Colaboração – Rosa Maria Bastos, Joana Moreira

Design – Vivóeusébio

Simulações 3D – David Martins, Inês Amaro, Jorge Silva, Márcio Bonifácio, Mariana Brandão, Nuno Roque

Consultoria – Miguel Villar / BETAR

Projecto – 2013

Localização – Belém, Lisboa

Fotografias – FG+SG
Foto de Abertura do Site – João Carmo Simões

 

 

 

Topo